quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Espaço Missionário- Culto em residência é interrompido e líderes são presos.(16.01.10)

Policiais do Escritório de Segurança Pública na região de Aksu, invadiram a casa de um cristão chinês han, interromperam o culto e prenderam 14 cristãos. Eles foram escoltados pela polícia para a delegacia de Aksu, onde ficaram presos por 12 horas. Todos foram interrogados por realizarem “reuniões religiosas ilegais”.

      Na manhã de 8 de janeiro, 11 dos 14 cristãos foram soltos, sendo que os líderes Yang Tianlu, He Sujin e seu filho, He Guangyuan, continuaram presos. Yang Tianlu já havia sido preso, torturado e interrogado juntamente com outros 30 líderes cristãos em abril de 2007.



:: Fonte: Site Portas Abertas

Equipe de Transição para a prefeitura de Tauá.

1º NATAL CRIANÇA FELIZ com 300 crianças .

Projeto Operação Resgate , promove evento em dezembro pra 300 crianças carentes dos bairros de Tauá. Será dia 18/12 de 2016 na Rua Jo...